Crítica: “Benzinho”

Há muita humanidade ao longo de “Benzinho”. Este é um filme especial. Me trouxe uma sensação parecida com a que experimentei assistindo ao filme “Aquarius”, uma compreensão e sensibilidade no conflito de gerações que recentemente foi bem explorada em “Como Nossos Pais”, e um apuro estético que me remeteu muito ao fantástico Asghar Farhadi, especialmente …

Continue lendo Crítica: “Benzinho”

Anúncios

Crítica: “Ferrugem”

"Ferrugem" é um filme que começa bem, melhora muito com o tempo, mas desaponta um pouco na reta final. Dividido em dois atos, o roteiro começa acompanhando uma jovem de classe média que tem um vídeo íntimo vazado no grupo da escola. Tentando esconder o ocorrido dos pais enquanto lida com o bullying crescente dos …

Continue lendo Crítica: “Ferrugem”

Top 10: Filmes Vistos em Maio/2018

1º A Carruagem Fantasma - Victor Sjöström (Suécia, 1921) 2º Othello - Orson Welles (EUA/Itália/Marrocos/França, 1951) 3º Nanook, o Esquimó - Robert Flaherty (EUA/França, 1922) 4º Arábia - Affonso Uchoa e João Dumans (Brasil, 2017) 5º O Processo - Maria Augusta Ramos (Brasil, 2018) 6º Fireworks Wednesday – Asghar Farhadi (Irã, 2006) 7º O Delator …

Continue lendo Top 10: Filmes Vistos em Maio/2018

Crítica: “Han Solo: Uma História Star Wars”

Han Solo: Uma História Star Wars é um filme divertido, com um roteiro irregular, mas que encontra sua voz ao longo de sua projeção. A escalação de Ron Howard para a direção acaba se mostrando um feliz acerto. Howard foi responsável por vários bons filmes ao longo da carreira (Uma Mente Brilhante, Apollo 13, e …

Continue lendo Crítica: “Han Solo: Uma História Star Wars”

Top 10: Filmes Vistos em Abril/2018

1º Cinzas que Queimam – Nicholas Ray (EUA, 1951) 2º Vermelhos e Brancos – Miklós Jancsó (Rússia, 1967) 3º Os Boas-Vidas – Federico Fellini (Itália, 1953) 4º O Beijo Amargo – Samuel Fuller (EUA, 1964) 5º Rio, Zona Norte – Nelson Pereira dos Santos (Brasil, 1957) 6º Isto Não é um Filme – Jafar Panahi …

Continue lendo Top 10: Filmes Vistos em Abril/2018

Grandes Filmes: “Um Corpo que Cai”

(O texto a seguir contém spoilers e é recomendado para quem já assistiu ao filme) Um Corpo que Cai (1958) é o melhor filme de um dos melhores diretores da história do cinema. Não acho que esteja exagerando ao dizer que é também um dos melhores filmes já feitos. É a obra máxima de um …

Continue lendo Grandes Filmes: “Um Corpo que Cai”

Crítica: “Deadpool 2”

Quando escrevi sobre o primeiro "Deadpool", há pouco mais de 2 anos, lembro de ter comentado que o roteiro funcionava perfeitamente como comédia, mas que uma das falhas do filme era seu diretor inexperiente que não aproveitava ao máximo o potencial das cenas de ação. Então é claro que fiquei muito esperançoso ao saber que …

Continue lendo Crítica: “Deadpool 2”